facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
bispo-preside-missa-dos-40-anos-da-paroquia-imaculada-conceicaoQuatro décadas de história celebradas com muito louvor. Assim aconteceram as comemorações...
norte-capelas-em-valao-do-barro-celebram-sao-sebastiaoNo dia 20/01, as Capelas dedicadas a São Sebastião nas comunidades da Minguta e Ponte Faria,...
1-encontro-nacional-de-assessores-juridicos-de-diocesesSegundo carta de convocação enviada aos bispos/arcebispos, dia 13 de dezembro, será um tempo...
norte-paroquia-sao-jose-incia-o-seu-ano-jubilar-pelos-115-anos-de-fundacao-do-apostolado-da-oracaoNo domingo (12/01), os paroquianos, juntamente com os membros do Apostolado da Oração,...
qbatizar-desde-crianca-para-crescer-com-a-forca-do-espirito-santoq-diz-papa-franciscoA criança sai do Batismo com a força do Espírito Santo dentro de si: “o Espírito que a...

Aniversário Sacerdotal de Dom Edney é celebrado em Santa Missa

"O Sacerdote é o amor do Coração de Jesus. Quando virdes o padre, pensai em Nosso Senhor Jesus Cristo." Assim descreve o Patrono dos Presbíteros, São João Maria Vianney. Com este sentimento, de ver Cristo na vocação sacerdotal do seu Bispo, Dom Edney Gouvêa Mattoso, a Diocese de Nova Friburgo se alegrou no dia 29 de agosto, pois neste dia foram somados 29 anos do sim dado pelo Prelado por ocasião de sua ordenação. Para comemorar a data, foi celebrada a Santa Missa na Capela da residência episcopal, em Nova Friburgo.

niver1

Presidida pelo aniversariante, a cerimônia foi concelebra por alguns sacerdotes e acompanhada pelos Diáconos Transitórios, pela Tia e Madrinha de Dom Edney, Elcyr Gouvêa, por religiosas, leigas consagradas e amigos. No início da Eucaristia, o Prelado agradeceu a presença de todos.

- Agradeço a Deus pelos 29 anos de exercício do ministério sacerdotal. Costumo dizer que celebrar o aniversário de ordenação sacerdotal tem um peso muito maior do que o episcopal. Não que a episcopal seja de importância menor, mas o fundamento do sacerdócio está na imposição das mãos feita pelo Bispo no dia da nossa ordenação presbiteral. É ali o dia do nosso sim, sempre lembro que os outros sins que damos no nosso ministério são consequências dessa primeira afirmativa.

A pregação foi feita pelo Administrador Paroquial da Matriz Santa Beatriz, em Portela, Pe. Diego Lengruber Fernandes. Ao longo de sua fala, o sacerdote lembrou que naquele dia a Igreja celebrava o martírio de São João Batista, descrito no Evangelho. Ressaltando a personalidade do santo, recordou a veracidade de suas palavras e como este seguia a lei de Deus.

niver

- Hoje o Evangelho nos mostra uma personalidade forte de São João Batista. Ele tinha duas virtudes admiradas por Nosso Senhor Jesus Cristo. A primeira é a simplicidade, a simplicidade como ele se portava no meio da multidão, a vida simples no deserto. João também é aquele que anuncia o Cordeiro de Deus. Bem sabemos que os primeiros discípulos de Jesus são os discípulos do Seu primo – disse acrescentando - João representa a síntese do Antigo e o início do Novo testamento. Nele também vemos outra virtude: a autenticidade. É aquele que não permitiu que os poderes desde mundo invadissem o seu coração.

- Em João vemos aquele que não dividiu a Palavra de Deus. O apocalipse disse que não foi um homem duplo, que não teve tibieza. Que seu sim seja sim e o seu não seja não. Diante do perigo manteve firme a sua decisão: “Não é licito viver com a mulher do teu irmão”. E, por isso, derramou o sangue para que ele pudesse frutificar e fazer novos discípulos não para si, mas para Cristo.

Comparando São João ao Bispo, disse que estes possuem diversas qualidades semelhantes, destacando algumas delas. “Também podemos dizer características muito semelhantes de Dom Edney com São João Batista. Nosso Bispo é também uma voz que grita no deserto para defender os interesses de Cristo e da Igreja”.

Pe. Diego lembrou que há 29 anos, na Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro, pela imposição das mãos do Arcebispo da época, Dom Eugênio de Araújo Sales, Dom Edney deixou seu coração humano para que naquele momento pudesse pulsar em seu peito o Coração de Cristo.

Não poderia faltar antes da bênção final um momento para homenagear o sucessor dos apóstolos nesta porção territorial. O Vigário Geral, Pe. Marcus Vinicius Macedo, num breve discurso, dirigiu algumas palavras ao Bispo, que recebeu das mãos do sacerdote e do Ecônomo da Diocese, Pe. Alex Paiva, uma orquídea e um crucifixo.

- Hoje gostaríamos de fazer um pedido: que nos entregue como o melhor dom do seu sacerdócio nas mãos de Nosso Senhor. O senhor vem com São João Batista aprendendo na escola da fidelidade, doar-se todos os dias, confiando os seus e a própria vida para ser feliz. É assim que fazemos a leitura do seu ministério sacerdotal: entregando-se e entregando-nos – disse Pe. Marcus.

O Prelado falou aos presentes. “Quero agradecer a todos que prepararam este momento, que é de muita intimidade. Intimidade na capacidade de reconhecermos que tudo isso é dom da graça de Deus. Fazendo uma síntese da primeira leitura com uma passagem de São Paulo ‘Ai de mim se não evangelizar’”.

niver2

Mencionando o presente que ganhou, um crucifixo, refletiu: “Somente na contemplação da cruz é que somos capazes de tocar o mistério da gratuidade de Deus que chama pobres pecadores para em Seu Nome e na força da Sua Graça realizar uma obra que sem dúvida alguma não é mérito nosso”.

Ao longo dos agradecimentos, Dom Edney se lembrou de diversas pessoas que passaram pelo seu ministério sacerdotal, tendo especial destaque Dom Eugênio, Bispo que presidiu sua ordenação sacerdotal.

Para brindar o momento, os presentes se reuniram no jardim para um registro fotográfico e participaram de uma confraternização. Estiveram presentes na cerimônia os Padres Marcus Vinicius Macedo, Alex Paiva, Gelcimar Petinati, José Ruy Corrêa Junior, Gustavo Cinne, Diego Lengruber, Rodrigo Fonseca, Fábio Felippe, Fernando Pacheco, Wander Santos, Jorge Eduardo; os Diáconos Transitórios Fabrício Salomão, Higor Moraes, Rafael Archetti e Yvez Mozer. Coube ao Setor Feminino dos Arautos do Evangelho os cânticos da Santa Missa.

Texto: Monara Teixeira
Fotos: Grasiele Guimarães e Monara Teixeira
link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso