facebook  webmail-2  IOS NOVO  AND NOVO  anuario-icone 

 

Newsletter

Inscreva-se aqui para receber as novidades da Diocese de Nova Friburgo.
sede-ano-do-laicato-festa-de-nossa-senhora-das-gracas-comecou-neste-final-de-semanaA tradicional festa de Nossa Senhora das Graças teve início neste sábado, 17, e movimentou o...
sede-pastoral-familiar-do-vicariato-tem-novo-assessor-e-novos-integrantes-na-comissao-vicarialA Pastoral Familiar do Vicariato Sede passou por um momento de transformação. Em reunião...
bispo-abre-curso-de-formacao-de-liturgia-do-regional-leste-iNa manhã de 10/11, o Bispo Diocesano, Dom Edney Gouvêa Mattoso, também Animador da Pastoral...
diocese-participa-de-seminario-sobre-o-acordo-brasil-santa-seEntre os dias 12 e 14 de novembro, a Diocese de Nova Friburgo esteve presente no Seminário...
sede-com-sete-dias-de-oracao-catedral-realiza-cerco-de-jerico-2018A Igreja Mãe da Diocese de Nova Friburgo: a Catedral São João Batista, realizou entre os dias...

Ano do Laicato: Fazer o bem sem ver a quem – Projetos sociais da Catedral atendem milhares de pessoas

"Todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes". “Ser Sal da Terra e Luz do Mundo”. Esses são alguns dos mandados deixados por Jesus Cristo ao longo de Sua Missão neste mundo. Neste sentido, a Igreja Católica tem buscado ao longo dos séculos cuidar, proteger, abrigar, dar de comer, vestir e beber aos Filhos de Deus espalhados pelo mundo. Em todos os continentes, diversos trabalhos são feitos para dar mais dignidade àqueles que muitas vezes são marginalizados, ou seja, esquecidos pela sociedade.

site sede 2018 projetossociaisdacatedralanodolaicato 7

Entre os anos de 2017 e 2018, a Igreja no Brasil está homenageando os leigos por meio do Ano do Laicato, oportunidade que os fiéis têm de demonstrar a força do seu Batismo por meio de ações. Porém, mesmo antes deste ano expressivo dedicado a esses irmãos, muitos deles sempre prestaram apoio aos que mais necessitam. Na Catedral Diocesana São João Batista, em Nova Friburgo, por exemplo, quem passa pelo templo histórico muitas vezes desconhece as atividades sociais promovidas voluntariamente por centenas de pessoas. A Igreja Mãe da Diocese conta com uma estrutura que já auxiliou milhares de famílias desde a sua fundação.

Atualmente, a população pode contar com a distribuição de cestas básicas e de enxovais as mamães carentes que tem seu filhos na Maternidade Municipal por meio da Obra Social Monsenhor José Antônio Teixeira; com o Ambulatório Bento XVI; Pastorais da Criança e da AIDS, por exemplo; com o Sopão São Padre Pio que atende a população do Bairro Cordeira; dentre tantas outras atividades.

site sede 2017 ambulatóriobentoXVIdiadopobre 9

De acordo com o Vigário Geral da Diocese e Pároco, Pe. Marcus Vinicius Macedo, o objetivo dos projetos “surge da nossa vida espiritual, da vida de oração da Paróquia e acima de tudo do Amor a Deus, pois precisamos transformar o Amor a Deus em atos concretos de caridade e fazer com que a nossa fé tenha obras que ajudem a transformar a sociedade numa verdadeira civilização do amor”. Cada Pastoral ou projeto possui sua própria coordenação, sendo todos supervisionados pelo Pe. Marcus. Além disso, todos os envolvidos trabalham de forma voluntária, fazendo o melhor que podem para os irmãos que mais necessitam.

Além dos que colocam a “mão na massa” e trabalham mais diretamente nos projetos, as atividades também contam com o apoio da sociedade em geral na doação de alimentos não perecíveis, materiais de higiene pessoal e de limpeza, remédios dentro do prazo de validade, roupas, dentre outros.

site sede 2018 projetossociaisdacatedralanodolaicato 3

Em seis anos de fundação, o Ambulatório Bento XVI já atendeu mais de 45 mil pessoas de acordo com o Pe. Marcus. Já com o Sopão São Padre Pio, uma média de 90 famílias são alimentadas a cada terça-feira, pela noite. E, em relação às cestas básicas, são 100 famílias cadastradas, sendo que este trabalho existe há mais de 40 anos na Catedral. A Pastoral da Criança auxilia mais de 300 crianças com pesagem, catequese, alimentos, entre outras atividades. O sacerdote também destaca outro projeto especial feito pela Catedral. “Um dado que é muito importante, sobretudo no período do inverno, é que as crianças carentes que nascem na Maternidade Municipal recebem o kit da mamãe para poder abrigar, vestir e dar a fralda a todas as crianças humildes que muitas vezes nascem somente com o lençol da maternidade para protegê-las”.

Os leigos falam

Maria Lucia Ayub Rodrigues trabalha há 21 anos na Obra Social Monsenhor José Antônio Teixeira, na Catedral. Inicialmente, ela começou como voluntária e hoje é a Coordenadora do projeto. De acordo com ela, este desejo de servir ao próximo veio após uma graça alcançada. “Eu fiz uma promessa e graças a Deus consegui essa graça! Nessa promessa, coloquei como propósito que iria trabalhar como voluntária. Então, vim para cá e já estou aqui há 21 anos”.

site sede 2018 projetossociaisdacatedralanodolaicato 9

- Cheguei como voluntária e comecei fazendo bainha nas fraldinhas de pano. Depois, a Marilda Verbert, que na época era coordenadora do projeto, me falou que estava precisando de gente para fazer casaquinhos de flanela e perguntou se eu gostaria de fazer. A partir dali comecei com aquele serviço e nos dias das cestas básicas também vinha ajudar. Trabalhei fazendo as roupinhas dos bebês até quando assumi a coordenação da Obra Social, pois aí precisei distribuir as funções para as voluntárias e organizar os materiais. – E complementou - Para mim, ajudar as pessoas que precisam é tudo. Todas as pessoas que podem, deveriam fazer.

A Coordenadora destaca que a parceira com a Maternidade possui quase 40 anos e que a cada mês, aproximadamente, 25 enxovais são entregues para a casa de saúde, sendo destinados às mamães carentes. Os kits são compostos por macacões, fraldinhas descartáveis e de pano, sapatinhos, manta, pagãozinho, dentre outros itens, todos feitos pelas voluntárias com total carinho e dedicação. As famílias em extrema necessidade recebem mais de um kit.

Com 87 anos, dona Glória Decache Mussi, superou o falecimento do esposo no auxílio aos irmãos. Hoje, com 19 anos de voluntariado na Obra Social, ela é uma das responsáveis pela montagem dos enxovais que são enviados a Maternidade.

site sede 2018 projetossociaisdacatedralanodolaicato 8

- Comecei aqui quando perdi meu marido. Sempre fui amiga da antiga diretora, da Marilda, e ela me chamou para atuar no bazar. Dali não quis mais saber de outra coisa. Ali me realizei e me realizo até hoje. Me identifiquei com a equipe e além de sermos amigas tenho um amor muito grande por essa obra. Quando estava sem poder vim, até hoje quando lembro me emociono, ficava aflita em casa. Embora a minha família graças a Deus me dê muito apoio, pois somos unidos, não me sentia realizada. Agora, eu ainda estou mancando um pouco, mas estou, graças a Deus, voltando devagar.

Dacyr Teixeira de Mello era moradora de Cachoeiras de Macacu e há 10 anos vive em Nova Friburgo. Desde então, ingressou no voluntariado na Catedral. Ela destaca que ali encontra a “parceira, que é o não ficar dentro de casa ociosa, pois sou viúva há cinco anos. Mesmo com meu esposo doente eu já participava das atividades. Então, aqui saio da solidão e ajudo a fazer o que posso e consigo”.

- A sensação de ajudar ao próximo é a melhor possível, pois é aquilo que falo: não estamos ajudando o outro, estamos nos ajudando. Às vezes, quem recebe não dá o mesmo valor que damos, e nos sentimos tão bem em fazer as coisas aqui. Eu fico contando os dias e as horas, correndo para vim.

A obra social é mantida ao longo do ano por dois bazares: um em julho, de roupas usadas, e outro em novembro, com o artesanato produzido pelas voluntárias. Para manter toda a Obra Social Monsenhor José Antônio Teixeira, a coordenação conta com doações de alimentos para as cestas básicas, roupas e material de artesanato para o bazar e tecidos e fraldas descartáveis para os enxovais.

Saiba como ajudar

Aqueles que desejarem também podem colaborar com os projetos. A doação de alimentos, roupas, materiais de higiene, artesanato e dos enxovais, entre outros pode ser feita na secretaria da Catedral São João Batista às 2ª, 3ª, 4ª e 6ª das 9h às 18h; 3ª feira das 14h às 18h. E os remédios, no Ambulatório Bento XVI, de segunda a sexta, das 8h às 17h. O ambulatório fica ao lado do Colégio Nossa Senhora das Dores, no centro da cidade. “As doações são sempre muito bem vindas e nós rezamos pedindo que Deus recompense a generosidade dos corações que desejam ajudar os mais necessitados”, destacou Pe. Marcus. Informações também podem ser obtidas pelo telefone: (22) 2522-1764.

site sede 2018 ambulatoriaobentoxvi

Atendimento no Ambulatório Bento XVI

Para receber atendimento no Ambulatório é necessário apresentar o comprovante de renda mensal, uma vez que o foco são as famílias carentes que tenham no máximo um salário mínimo como renda mensal. No local são oferecidas as seguintes especialidades médicas: Cardiologia, Ginecologia, Psicologia, Massoterapia, Nutricionista, Fisioterapia, Endocrinologia, Pediatria, Urologia, Acupuntura, Fonoaudiologia, Hematologia, Dermatologia, Alergia, Pneumologia, Homeopatia e Advogados. De acordo com a Coordenação do Ambulatório, em breve também será oferecido atendimento odontológico.

Texto e fotos: Monara Teixeira

link hotsite3

PARÓQUIAS DA DIOCESE

 

Pensamento da Semana

 O que nos dá alegria e nos aproxima de Deus devemos buscar para os irmãos.

Dom Edney Gouvêa Mattoso